Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

8 dicas para ajudar as crianças a comer legumes e fruta





Por vezes é uma tarefa difícil fazer com que as crianças comam fruta e legumes, estou certa?  Às vezes quando as crianças vêm
um prato só de uma cor, ou com uma disposição de alimentos que não seja apelativa, é mais provável que deixem de lado esse tipo de alimentos. A solução é tentar melhorar a refeição da criança e não, optar por deixá-la não comer. Não se esqueça de um ponto importante: As crianças têm-nos sempre como modelos. Neste sentido, o consumo habitual deste tipo de alimentos pelo seio familiar torna-se fundamental. Pais, Avós ou Tios, tentem sempre dar o exemplo :)
 
Dicas:
  • Seja o exemplo: Se a criança não quer comer fruta ou legumes, comece por fazê-lo. É fundamental que no seio familiar este tipo de alimentos seja consumido frequentemente, o que poderá motivar a criança a comer alimentos saudáveis;
  • Não opte pela negociação nem recompensa: "Se comeres a fruta, podes ir ver televisão a seguir". Se assim for, as crianças vão habituar-se a que se comerem fruta (essencial no seu dia alimentar), serão sempre compensadas de seguida. A fruta e /ou legumes é para comer sempre, independentemente seja do que for;
  • Não obrigue: Tente perceber ao longo do tempo quais os gostos da criança e o que ela prefere. Após a criança recursar, não insista imediatamente, uma vez que poderá criar um ambiente negativo perante a existência desse tipo de alimento. No entanto, é importante que a criança não tenha outro tipo de alimento como alternativa, uma vez que poderá habituar-se a ter sempre opção quando um alimento não a agrada. No entanto, é importante que a criança tenha contacto novamente com esse alimento. Poderá prepará-lo de forma diferente e num tipo de prato que sabe que a criança aprecia;
  • Seja criativo na disposição dos pratos: Se servir os alimentos de forma divertida, colocando o prato atrativo, por exemplo, com formas de animais ou objetos, será logo o primeiro passo para a criança os querer comer. Tente fazer um prato colorido, com formas ou objetos (Ex: Poderá fazer um prato com um desenho baseado numa história);
  • Fruta para os lanches: Ao fim de semana, quando há mais tempo para passear em família, opte por levar os lanches consigo, incluindo sempre fruta. Deste modo, quando for a hora do lanche, o único alimento disponível é a fruta, pelo que se a criança se queixar poderá sempre referir que não há mais nenhuma opção;
  • A ajuda das crianças: Se as crianças ajudarem na confeção de algumas receitas, que tenha como ingredientes fruta e/ou legumes, de certeza que seguidamente irá haver a vontade de provar "o que fez";
  • Pelo menos tem de provar: Tente que as crianças provem pelo menos o que existe. Senão gostar, não precisa de obrigar. No entanto, precisa de ser paciente e oferecer ao longo de muitas refeições esse tipo de alimentos;
  • Imaginação: Já pensou em colocar Bróculos ou Couve-Flor no empadão que fizer para o jantar? Será uma forma de obrigatoriamente o seu filho estar a ingerir legumes.


Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! 

LOGO_HORZ_P&V.png